Grassroots Innovation products = a rich set of requirements

Sometimes I wake up in the middle of the night with insomnia, and when that happens, the best you can do is to make that time productive (and spend the day after, drinking coffee), right?  … So, I wrote this post.

In UX there’s a fair amount of projects which goal is to redesign applications that were developed during years, (if not decades) by internal teams. The focus of these teams is on features and not on the User friendliness of the tool.

The end result after years of development is translated in to a set of unorganized interaction patterns. But the tool somehow works, because it was intended for a specific audience.

Grassroots Innovation

India is known for the jugaad kind of innovation, something developed in a very frugal way with cheap and easily accessible resources. I thank the Indians for giving us, their attitude of bending the rules with simple fixes and work-arounds, I simply love that.

The web is flooded with pictures of funny solutions (specially of transportations means) that “express a need to do what needs to be done, without regard to what is conventionally supposed to be possible”.

Make the tool accessible to bigger audiences

But what if one has to industrialize it for production, to be used by many people (besides the one who created it), to respect legislation and good practices? Some redesign has to be made, of course, the kind of redesign that I wrote above.

jugaad-innovation

When I’m invited to redesign a tool that is a result of this “Jugaad” attitude, there’s something really important to keep in mind: what you have in front of you is “only” a very good list of requirements, but is our goal as Designers to make that product accessible to a wider group of users:

  • by giving consistency through a set of known interaction patterns,
  • by making design decisions that are aligned with the development constrains and the business needs,
  • by respecting legislations.

So our job is, most of the times, “just” to bring order to users life’s.

Desenrascanço

Inspired by the Portuguese concept of “Desenrascar”, I start this category where I publish the most funny random pictures that I can find on the web for DIY, Hacks, Fast Prototypes and products of Human Ingenuity.

221580887e12b3422143b8bedeffc0cf

What inspires me in us, Humans, is our natural ability to innovate in the most unplanned ways… So, cheers to that.

Empreendedorismo Africano

• África é um continente com tantas carências, que a necessidade aguça – de facto – o engenho. Quero partilhar convosco a minha mais recente descoberta na blogosfera, secalhar vocês já conhecem, mas o blog AfriGadget foi uma agradável surpresa para mim hoje à tarde.

Lá pude ler que um empreendedor construiu um helicóptero de peças suplentes de um Honda Civic e de um velho Toyota, mais algumas chapas de alumínio… Aquela máquina voa mesmo, apesar de levantar poucos metros no ar.

Mas o inventor não desistiu e está já a trabalhar noutro melhor, capaz de fazer voos de 3 horas… ah! ele não tem qualquer formação na área da aeronáutica.

Agora imaginem o que pode acontecer se derem a uma criança africana um computador – tipo One Laptop per Child – e uma escola onde possa dedicar-se a estudar, a ser criança e a ser feliz… muita coisa mudará!

Mas esperem, isto não fica por aqui, outra estória incrível é a do jovem William Kamkwamba que naquele continente construiu um moinho de vento para gerar energia para a sua casa que alimenta 4 lâmpadas e 2 rádios. Ele já esteve inclusivé, imaginem só, numa das conferências TED:

A EDP Renováveis devia por os olhos neste feroz competidor 😉 …

Outra iniciativa pela qual tenho especial carinho é o site Kiva.org, do qual já tinha falado anteriormente aqui. Neste site podemos emprestar, a juro de 0%, dinheiro a empreendedores de países do 3º mundo.

Eu de facto emprestei 25USD, dos quais tenho recebido mensagens de vez em quando dando conta do dinheiro que já foi devolvido, até perfazer a totalidade, e aí será depositado na minha conta outra vez…

Eu sei que corro o risco até de, sem saber, estar a emprestar a dinheiro a custo zero para uma família norte-americana pagar a hipoteca da casa, da forma como a crise do sub-prime anda aí a fazer moça… 😉

Mas prefiro acreditar que estou mesmo a ajudar alguém que realmente precisa… além disso foram apenas 25USD.

O Homem sempre se sentiu estimulado pelas dificuldades, com uma criatividade que por vezes roça o ingénuo e o infantil, faz coisas maravilhosas, como os tractores polacos que também falei aqui anteriormente. Há dias falava com uns amigos meus que em Portugal a gastronomia mais rica e inventiva era a das zonas mais pobres do país, falava do Alentejo pois claro, mas também de Trás-os-montes e Açores.

Pois sejamos também um pouco ingénuos e infantis de vez em quando…

Tractores polacos

• No seguimento do post que aqui escrevi há alguns dias, deixo aqui o link para mais máquinas que nasceram do engenho e da necessidade dos Polacos, tal como os tractores indianos… Obrigado pelo link cafonso!

Nesta foto podemos ver um “tractor” feito a partir de uma moto alemã contemporânea da I Grande Guerra… eram máquinas robustas e constituiam despojos de guerra fáceis de arranjar.